Aécio Neves faz discurso e Senado esvazia "Eu sou inocente" - Assista

COMPARTILHE:
Sem ter direito a apartes durante o discurso do senador Aécio Neves (PSDB-MG), por solicitação do tucano, que teve seu pedido atendido pelo presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE), o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) afirmou pelo Facebook que o parlamentar mineiro, que retomou seu mandato nesta terça-feira 4, devia desculpas ao PT, ao Senado e ao País, "pelos danos que causou, pelos discursos mentirosos que fazia, como paladino da ética, da defesa da moral, atacando o PT como uma organização criminosa"