Planeta enfurecido, Após "Irma", tempestades "Katia" e "José" se tornam furacões



Tempestades José e Katia são elevadas; região tem três furacões simultâneos
Três furacões se formaram no Oceano Atlântico: Irma está sobre o Caribe, para onde também segue José, e Kátia está no Golfo do México. Passagem de Irma pelo Caribe já provocou três mortes.



As tempestades tropicais José e Katia foram elevadas à furacões de categoria 1 na tarde desta quarta (6) e se somam a Irma, contabilizando agora três furacões simultâneos sobre o Oceano Atlântico, perto do Caribe e dos Estados Unidos.
Irma, o mais forte deles, continua na categoria 5, com ventos de 295 km/h segundo o último boletim do Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês). Esta tarde ele chegou às Ilhas Virgens e se aproxima de Porto Rico, depois de provocar enorme devastação no Caribe e provocar pelo menos três mortes.
O primeiro-ministro de Antígua e Barbuda, Gaston Browne, afirmou que Barbuda foi "inteiramente devastada" e disse que uma pessoa morreu na ilha de Barburda. As outras duas mortes confirmadas aconteceram nas ilhas de São Bartolomeu e São Martinho, segundo a ministra francesa de Ultramar, Annick Girardin, que embarcou para a região.
Mais fracos, José e Katia subiram à categoria 1 da escala de furacões por volta das 17h40 (horário de Brasília), ao atingirem ventos de 120 km/h com um intervalo de cerca de 20 minutos entre um e outro. José está sobre o Oceano Pacífico e também se dirige ao Caribe, enquanto Katia está sobre o Golfo do México.