GAROTO DE 16 ANOS É MORTO PELO PAI, POR SER HOMOSSEXUAL



'Morreu apanhando', diz avó de garoto morto após briga com o pai
Amigos da vítima afirmam que o garoto foi agredido por ser homossexual .

A Polícia Civil investiga a morte de Gabryel Schneyder Ribeiro Magalhães, 16 anos, em Tianguá, cidade que fica a cinco horas de Fortaleza, no Ceará. O garoto morreu após uma discussão com o pai, na quarta-feira (20).




Em um post no Facebook, Aurelidia Ramos, avó materna do adolescente, escreveu que o neto sofria frequentes agressões físicas e psicológicas. “Não precisava de tantas agressões físicas e psicológica morreu apanhando”, disse a avó. Em outra publicação ela pede perdão por “não ter chegado a tempo”.

 Gabryel, que era conhecido nas redes sociais por ser fã da cantora Selena Gomez, afirmaram que o adolescente morreu vítima de homofobia. Eles subiram a hashtag #RIPGabryelSelenator no Twitter para denunciarem a morte do garoto. Gabryel teria recentemente revelado ao pai que era homossexual.